Friday, March 10, 2017

Tempos modernos

Vivemos em tempos insanos. Como todas as modas merdas, o Breh-zil resolveu que se os gringos estão tomando no cu é porque deve ser bom mesmo e decidimos, coletivamente, importar uma praga chamada "polarização política".

Diz o estereótipo que brasileiro gosta de samba, futebol e putaria. Nada mais natural, então, pegar a política, que sempre foi uma putaria, e futebolizá-la, transformando-a em uma briga de torcidas. Agora é que a gente vai sambar mesmo.

---------------------------------------------
O mundo anda tão insano que eu só posso dar uma única recomendação: viva e viva bem!
Aproveite o mundo enquanto ainda existe civilização.

--------------------------------------------
Brasileiros apoiadores de Trump...

Saturday, March 19, 2016

あの日

あの日を思い出すのか。
手を尽くすと誓ったのに、足りなかった。
全部は無意味だった。

ーーーーーーーーーー

命の際に向かう際に、どうだろうか。
顧みったら、悔いのか、後悔のか。

ーーーーーーーーーー
自分に取ってかまわないけど、
できれば、与えられた抱負を果たしたい。
複雑な感情。


Wednesday, August 5, 2015

Pois então

Dentro de mim nada além de caos. Após uma caminhada de muitos anos percebi que não sou exceção e a maior parte das pessoas carrega, de fato, um mini abismo dentro de si. Após um longo convívio, às vezes recebe-se um convite para dar o pulo derradeiro e nadar na essência de outro ser humano. O resultado é algo catastrófico ou magnífico.

Ao mergulhar tão fundo em outra pessoa, é possível observar a distância entre o que jaz dentro e a faxada externa. Tal fenomêno é bastante peculiar. Minha recomendação: pule de ponta-cabeça.

------------------

É triste ver o país tão polarizado assim. Não está com cara de que vai acabar bem.

-----------------

Conversando com uma amiga percebi muito claramente a diferença entre a vida que as pessoas postam no facebook e o pra-valer-sem-filtro-bonito da vida real. 

----------------
練習のため日本語で書こうと思います。「夢の中へ」という曲を知っているのか。

「まだまだ探す気ですか?
それより僕と踊りませんか?」

その曲を聞くと心が和らぐ。

Monday, October 27, 2014

A foice

Os dias cantam e vou me perdendo pelos rumos. Entre ventos cadavéricos, sussurram lâminas de morte. Páro. Penso. Respiro fundo e me perco na certeza da foice. "Conheça o que jaz deste lado!"
Abismos e mais abismos. Um passo apenas da eternidade, é o que dizem.

Vivo morrendo ou morro vivendo? Quando as coisas se confundem, olho o vácuo e vejo uma eternidade em um segundo. O tempo se arrasta. "Venha até mim!" Sinto o congelar da foice.

No reflexo da lâmina, vejo o que poderia ter sido, tudo o que eu não fui e que jamais serei. Nesse instante, bebo a certeza, limpo minhas dúvidas. Caminho e o abismo me abraça.

Finalmente o fim.

Thursday, February 27, 2014

Enigma

Tive a conversa mais importante da minha vida. Daqueles que depois do fim, você fica dando loop na cabeça e relembrando cada trecho da conversa. As dificuldades pelas quais ela passou são muito além da minha realidade. Ao final, fiquei com a impressão que ela é uma heroína, desafiando as convenções e quebrando as regras de um mundo machista que não comporta a liberdade que suas aspirações  requerem.

Cara amiga, lhe saúdo 1000 vezes e torço para que um dia o mundo seja digno de te abrigar.

As I looked in those green emerald eyes, I caught a glimpse of a courageous mind not willing to accept bullshit. Please lend me half of your courage. Help me straighten my path and I will vow to never stagger in face of injustice.

Música: Save me - Avenged Sevenfold

Wednesday, December 4, 2013

Olho no espelho e não me vejo. O que está acontecendo comigo?
Sinto-me só, longe de tudo e todos. Hoje olhei para o trem e pensei se alguém iria me parar se eu pulasse. O que há de errado comigo? Sinto-me só, mas não consigo reunir forças para conversar com as pessoas. Em verdade, mal consigo levantar da cama.
Preciso expiar minha dor através destas letras.
Amanhã sentirei-me melhor?

Sinto-me vulnerável. Quero gritar, quero sentir dor, qualquer coisa que me faça sentir que não sou apenas uma cadáver andando por aí. Mas não consigo. Sinto vontade de morrer, mas falta-me a coragem de levar isso ao fim. Falta-me ânimo. És tu diário, amigo dos desesperados e escutador de epitáfios:

Aqui jaz um meio-humano, ex-matemático e pessimista profissional.
Dos pequenos erros aos grandes equívocos, o pior deles foi ter existido.
Forçosamente colocado neste mundo, forçosamente saído.
Veio com defeito de fábrica, a morte será seu abrigo.


Wednesday, April 3, 2013

The sorrow inside me

Every once in a while, I reach a kind of emotional dead-end. I feel like that there is no hope and, at the same time, feelings of self-loathing overcome me. I feel the pressure of everything I didn't do or didn't do as well as I wanted. There are many things that I miss and sometimes, they come at it me all at the same time. This overflow of emotions drains me and makes painfully aware of the choices I made. Did I do the right thing?

Sometimes I feel that I'm addicted to sadness and I'm taken by a sudden morbid curiosity. I don't become suicidal, but I get very curious about what awaits at the other side. Perhaps, after we die, there is just nothingness, but sometimes, I feel that I must know. Now.

And then, I realize that life is but a choice. When you feel lethargic and can't summon enough strength to get out of bed, you start to realize that nothing is really mandatory. I don't have to live, I am master of my fate and if I feel like it, I can just end it all. Not that I'd like to do that, but it is recomforting to know that there is always a way out.

There is something beautiful about true sadness. The winter-like sorrow that cuts your body like a storm and invites reflection and introspection.

Sorrow Soundtrack (easily found on Youtube):
Pain of Salvation  (Progressive Metal) - Undertow
Dream Theater (Progressive Metal) - Repentance
Lacrimosa (Gothic rock) - Warum so tief?, Sacrifice
Pink Floyd (Progressive rock) - Comfortably Numb, Hey you, The Gunner's Dream
 (Actually "The Wall" and "The Final Cut" albums by Pink Floyd are a great soundtrack for sorrow  )
Morbydia (Gothic/Doom Metal) - Presence
Theatre of Tragedy (Gothic Metal) -  And When He Falleth
Enslaved (Black Metal) - Lunar Force, As Fire Swept Clean the Earth